Cultura

“Que Cuiabá volte a ter o Carnaval de outrora”

É o que pleiteia Carlina Rabello Jacob. A empresária cultural e de entretenimento quer trazer de volta para a capital de Mato Grosso a folia relembrando antigos clubes no Carnaval 2020. Ela e a produtora de eventos Madona Arruda são a s responsáveis pela idealização do projeto cultural

“Estamos pleiteando junto à prefeitura e ao empresariado para trazer à Cuiabá essa cultura do novo carnaval que são os bloquinhos. Na verdade, um retorno às raízes. Estamos ainda na fase de captação de novos patrocínios para financiar o Carnaval, esse projeto cultural. Buscando alternativas viáveis. Estamos aguardando liberação da Praça do Choppão pelo poder executivo municipal, pois para transformar em um eventual clube é preciso cercar o local, para na sequência podermos fazer a festa, dispor camarotes e continuar com o bloco na rua. Enfim, requer uma dinâmica”, conta Carlina.

A festa mais tradicional do Brasil já foi interpretada por diversos cantores, que levavam alegria em suas marchinhas, canções conhecidas pela grande maioria. A primeira música feita exclusivamente para o Carnaval foi a marchinha “Ó Abre Alas”, composta para o cordão Rosa de Ouro, pela maestrina Chiquinha Gonzaga, em 1899.

“Teremos com a gente o Bloco do Mingau, o Bloco da Lage, o bloco Divas voltado à comunidade LGBT, entre outros blocos tradicionais de Cuiabá”, enumera a empresária cultural.

Mas hoje, seja no interior ou na capital, os antigos blocos de marchinhas sobrevivem ao tempo e, também, arrastam muitos foliões, que não abrem mão de cantar e dançar ao som dos gêneros populares.

Segundo a empresária cultural e de entretenimento, o projeto é pioneiro. “Sim, é a primeira vez que acontece nessa fórmula idealizada. Nesse contexto de circuito. Antigamente os trios saiam com um bloco só. Já agora, almejamos um circuito como em Salvador”.

O Carnaval chegou ao Brasil em meados do século XVII, sob a influência das festas que aconteciam na Europa. A Colombina, o Pierrô e o Arlequim tiveram origem na Comédia Italiana.

“Acho importante essa nova geração poder curtir a alegria do antigo carnaval. Esse resgate da cultura carnavalesca é salutar.”, observou Carlina. Segundo ela, as tratativas com a prefeitura de Cuiabá estão avançadas. “A sinalização é positiva”, frisou.

O início da folia está previsto para sair em frente do antigo Getúlio com a concentração dos blocos no sábado, domingo e terça-feira. Já na Praça oito de Abril, a ideia é apreciar o carnaval dos antigos clubes de Cuiabá.  Na sequência, será anunciada a grade dos horários, ingressos e a programação.

 

 

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site